A melhor parte do contrato… ir pra casa!!!!




Após 5 meses, dois navios e váááááários lugares lindos, a odisseia épica de uma manezinho da Barra da Lagoa no Caribe vai chegando ao seu final...

É rapaziada... nem parece, mas finalmente está chegando o momento de voltar para a ilha formosa, cheia de graça (essa é para quem é manezinho... TIME GRANDE NÃO CAI!!!)... tá na hora de voltar pra Floripa...

Vou sentir falta??? Nem acredito que isso seja verdade, mas vou sim... foi, é e sempre será uma recordação pra lá de legal que carregarei em minha mente... Os lugares, as pessoas, as praias, o por do sol em alto mar (putz, sem palavras...), o chocolate caribenho (Tonel, o bis daqui é inigualável...), o som, a cultura... para quem como eu sempre curtiu essas coisas, valeu a pena...

Mas, como diz o título desse post, a melhor parte ainda está por vir... ir pra casa!!!

Chegar em Floripa, pagar minha promessa (Time grande não cai, mas uma ajuda divina sempre é bem vinda...), dar um mergulho na Barra, rever a família, dar um beijo em minha mãe, um beijo em minha vó, ver meu vô, dar um soco no porpeta, puxar a orelha da Mateusina (Mateusina, Mateusina...), pegar uma onda com o João Rafael, rir com o Guego, fofocar com a Babi, rever meu compadre, comadre e os moleques, ir no Tonel e contar um monte de mentira, passar na casa do Bozo e tomar uma gelada com ele e com Bozo pai, tomar um caipirinha na Barracopira com o Fernnandinho, rir com as merdas do Mavinho, conhecer a casa do Éder e da Mille, ver a barrigona da Cíntia (chega quando???), jogar um frescobol com o Dalmo, ir na Ressacada com o Bebeto, comer um churrasco com a galera da Federal, dar um abraço no meu sogro e sogra, contar mais um monte de mentira para o Maurício e pra Cecília, cortar a grama de casa, fazer a mudança, pagar o CRA, justificar meu voto, ir no Vigia do Casqueiro, passar no Shin e dizer pra ele guardar umas ovadas pra mim...

E claro, ficar todo o tempo possível com minha rainha e com minha princesa... pq é por elas que estou aqui, e por elas que cada dia tenho forças para terminar esse contrato, é por elas que vou embarcar de novo... é por elas...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços...

Os.: dia 22/01, começa a terceira parte dessa saga... A odisseia épica de uma manezinho da Barra da Lagoa pelo litoral do Brasil e depois norte da Europa... A MISSÃO!!!

A reta final...

Palm Beach, Aruba


Parece que foi ontem que eu estava embarcando do Oasis e parece que foram a somente a algumas horas que embarquei no Serenade...

Mas graças a Deus está chegando a hora de voltar pra casa... Dia 18/12 desembarco em San Juan, vou para Miami, de lá para o Rio de Janeiro e dai finalmente para Floripa...

Valeu a pena?? E como valeu... conheci lugares que a alguns meses atrás, mesmo quando estava na Costa pareciam impossíveis... sempre sonhei em mergulhar em Curaçao, comer comida mexicana de verdade, ver as praias paradisíacas de St Maarten, dar um mergulho na água cristalina de Barbados e por aí vai...
Vou sentir falta? Bastante... fiz amizades que ficarão marcadas na mente e no coração, pessoas maravilhosas que me ajudaram bastante nessa caminhada, tanto no Oasis e especialmente no Serenade... sem contar que agora se eu quiser pegar uma onda na Indonésia, ou viajar para conhecer a Austrália, ou visitar os EUA, ou quem sabe conhecer a Ucrânia, ou talvez ver a selva na Áfica do Sul, tenho onde ficar...

Vou voltar? A príncipio já tenho data e navio... Vision of the Seas, dia 22/01... mas chegando no Brasil, vou pensar bastante a respeito...

Aconselho aos que pensam em embarcar a realmente irem? Olha, tenho dois pontos a ponderar... O primeiro é com relação a Royal... empresa americana, bem diferente da Costa... tratamento no mínimo justo... diferentemente da Costa, que pelo menos no meu caso, éramos tratados como cachorros, aqui pelo menos te tratam como gente... O segundo ponto é com relação a troca de posição... na Costa além de eu ser crew, eu trampava numa das piores posições, que era Staff Officer... ou seja, Crew(Hell)mess... aqui na Royal, sou Staff, e trabalho com a molecada (Youth Staff)... portanto, fica difícil fazer um comparativo com relação a vida a bordo, porém conheci muita gente que era crew na Costa e veio para a Royal na mesma posição que diz que foi a melhor escolha que poderia ter feito...

Bom, vamos para a reta final... em 28 dias, estou em casa...

Fiquem a vontade para comentar...

Forte Abraço

O Roteiro do Serenade...

Em algum lugar do mar do Caribe...


Alucinante... essa é a melhor palavra para definir o roteiro que o Serenade faz. O mar, as ilhas, a cultura... tudo muito bonito e bacana, bem diferente e ao mesmo tempo bem parecido com o que temos no Brasil.

Começarei pelo roteiro de 4 quatro portos (Curaçao, Aruba, Dominica e St Thomaz):

Curaçao: É a Holanda perdida no meio do Caribe... Willemstad é muito bonita e pitoresca, com sua arquitetura peculiar, seu cafés na praça, suas lojas e assim como em Amsterdam, também tem seu "Red District"... sem contar é claro, as praias... Mambo Beach é a praia Mole de Floripa... rapaziada jovem e afins...

Aruba: Mais um pedaço da Holanda no caribe... pra dizer a verdade, por falta de sorte, ainda não consegui ir nas praias de Aruba, mas me disseram que são lindas... Era para essa semana estarmos indo para lá, mas o furacão Thomaz nos fez o favor de mudar o itinerário... justamente quando eu poderia ir a praia...

Dominica: Não confuda com República Dominicana... De boa, foi o pior lugar que fui até agora... fui numa praia que não me agradou, e em uma cachoeira que aí sim, valeu a pena... coisa de cinema... duas quedas d'água, separadas por uma montanha....

St Thomaz: Já conhecia da época do Oasis... mas agora fui em outra praias... Megan's Bay, que é considerada uma das praias mais bonitas do mundo (eu particularmente não vi nada de mais... a Barra é muito mais bonita...) e Sapphire Beach (essa sim vale a pena...)

O outro roteiro tem 5 portos (Barbados, St Lucia, Antígua, St Maarten e St Croix):

Barbados: Á água mais cristalina que vi em minha vida!!! Sinceramente, essa sim é a água que vemos nos filmes sobre o caribe... a visibilidade é coisa de louco.. estive em Boatyard, um beach club com bar, jogos, parque aquático (tá, é um trapiche metido a besta, mas vale a pena)... show de bola!!!

St Lucia: Foi nessa ilha que finalmente consegui ir em uma praia que pode-se dizer é selvagem... ou seja, sabe aquela parada de praia do caribe, com mar azul de verdade, areia branca, coqueiro na beira da água?? Até agora foi o único lugar que tinha isso...

Antígua: Outro lugar que ainda não consegui ir nas praias... e acho que nem vou conseguir... é lá que a tripulação desce para resolver os problemas mundanos como Banco, Telefone, Internet e afins....

St Maarten: Disparado, se algum dia eu tiver que deixar a Barra da Lagoa e tiver que escolher outro lugar para viver, definitivamente, será está ilha... além de ser um paraíso fiscal, as praias são de mais... Le Galion, Airport Beach e a praia do centro são as minhas preferidas....

St Croix: Ilhas Virgens Americanas... bacana, praia maneira, barzinho na beira da praia... sem contar que pegamos sempre bicicletas e saímos para Sands Point, uma reserva natural... quando a maré está baixa, dá para bater uma bola....

Bom, agora falta pouco para retornar ao Brasil... meados de Dezembro, se Deus quiser, estou em casa, na ilha mais bonita do mundo...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços

O Serenade...

Watter Falls, Dominica


Mais uma vez, não tem como comparar... o Oasis é infintamente melhor, maior e mais bonito... Claro, o OA é novo, tem menos de um ano, é o maior navio de cruzeiros do mundo e tal... mas o Serenade consegue ser pior do que o Magica....

Mas como pior?? Bom, para início de conversa, o Crew Bar é uma M... pequeno, feio, sem atrativo nenhum... a cabine até que é a mesma coisa, mas eu a acho muito escura...a iluminação não ajuda, e a localização tão pouco...

Brasileiros??? Somos somente 10...

Nem vou falar do rango... no OA, além do crew mess ficar aberto quase que 24 horas por dia, a comida era diversificada, com sabor... aqui, quase sempre a mesma coisa e intragável...

O Adventure Ocean (onde trabalho) é um ovo... somando todo o espaço disponível, acho que não dá 20% do que tem no OA... Mas com relação ao trampo em si, não posso opinar muito... até agora, 3 dias embarcado aqui, trabalhei com duas, eu disse DUAS, crianças... eu já sabia que a quantidade seria bem diferente, por ser baixa estação e além disso um navio bem menor, mas não esperava que fosse tanto assim...

O roteiro??? Bom, já consegui descer em alguns lugares como Dominica, Aruba, San Juan, Barbados e Antígua... já dei uma volta na praia, dei um mergulho e de boa, os lugares são realmente bonitos... o bom, aliás, muito melhor do que no OA é que só temos nesse roteiro 2 dias de Sea Day e no outro roteiro somente 1... ajuda bastante, tendo em vista que tenho mais lugares para conhecer...

Obviamente que não posso fazer uma projeção se será uma temporada melho do que no OA... tenho que me adaptar (e isso leva em média umas duas ou três semanas), conhecer outros lugares e pessoas... mas que sinto falta do Naviozão e da rapaziada isso sinto... vamos ver no que dá...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços...

Os vídeos...

Rapaziada, esses são alguns dos vídeos que fiz...


video
Cozumel, México



video
St Thomaz


video
Na cabine do Oasis... doidaço...

A transferência...

Labadee, Haiti


Do nada, saiu uma transferência!!!

Estou indo para o Serenade of the Seas, que faz o sul do Caribe!! (Aruba, Curaçao e mais monte de lugares loucos)... quando eu tiver mais informações sobre o roteiro, posto aqui...

Desço em Fort Lauderdale dia 18 e vou para Porto Rico... fico lá por uma noite e embarco dia 19!!

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços...

As dicas...

St Thomaz, Ilhas Virgens Americanas


Rapaziada, vamos falar um pouco da parte prática dos portos que descemos, o que fazer, onde encontrar e afins...

Fort Lauderdale:
É de deixar qualquer um maluco!!! Quer comprar e gastar todo o teu suado dinheiro aqui? Esse é o lugar!!!
Três lugares a citar:
1) Ross: A menos de 10 minutos do porto, é um tipo de ponta de estoque... porém, só marca que vale a pena... calça da Calvin Klein? 10 dólares... camiseta da Quiksilver? 9 dólares...
2) Sawgrass: Dai phodeu... quem é de floripa, imagina o Iguatemi 3 vezes maior... com tudo, absolutamente tudo que você possa querer... perfume, eletrônico, tênis, roupa... sério mesmo, só vendo pra crer... já estive lá duas vezes e não conheci 30% do lugar...
3)O nome vou ficar devendo, mas esse é pra quem ainda tem alguma doleta pra mandar depois de conhecer a Ross e o Sawgrass... fica do lado do porto e tem Moneygram, além de uma lojinha de conveniência... vale a pena...

Labadee: Nada a declarar... somente a praia particular da Royal... mas tem uma prainha, mais ou menos do tamanho da prainha da Barra que tu paga dois dólares para ir... cerva gelada a $ 1.00 e água fora de série... é chamada de Crew Beach...IMPORTANTE: fica meio que de olho nas suas coisas... tem uma rapaziada meio que coisa ruim rondando (leia-se putas e cafetões que ficam de olhos nos crew da europa... eles não podem ver uma negrona que ficam malucos!!!)

Costa Maya: lugar meio que rústico... o porto até que é maneiro e tal, tem ruína maya, e as praias, que na verdade é uma só, mas muda de nome de acordo com o bar que tem na frente. Aconselho dois: Tequila beach, onde se paga 25 dólares e se come e bebe a vontade e o Tapas bar, onde a brasileirada costuma ir...

Cozumel: dai sim fica bom de verdade... bem do lado do porto tem um hotel (El Cid) onde crew paga 12 dólares mas pode consumir 10, piscina, wi fi, acesso a praia entre outras comodidades... No centro, pagando 7 dólares por viagem (e não por pessoa), tu podes pegar um taxi e resolver os problemas mundanos.. banco, supermercado e afins... ah, bem na frente do porto tem o No Name bar... wi fi de graça...

Nassau: bom, desci somente uma vez e para usar a internet no Starbucks... pra dizer que não vi nada, fui na Harley Davidson deles... o Claude iria se amarrar... de resto, nem posso comentar nada...

St Thomaz: caramba, que pico louco!! Desci somente uma vez e fui numa praia chamada Emerald Beach... coisa de outro mundo!!! A água é alucinante, só que a praia é cara!! Cerveja, $ 5.00!!

St Maarten: a Sta Cruz de Tenerife do Caribe!!! Imposto 0!!!Sem contar que o lugar é muito bonito... se vocês procurarem no youtube, vão ver que é lá que tem a praia do Aeroporto, onde ficamos bem na cabeceira da pista... quando o avião vai pousar, parece que vai bater na nossa cabeça!!! Imagina isso com um monte de tequila na cabeça...

Caso eu lembre de mais alguma coisa, faço um update aqui...
Fiquem a vontade para comentar...

Abraços...







Marcadores: , 2 comentários | edit post

A socialização (ou como o Avaí salvou minha vida a bordo...)

Festa Independência Trinidad & Tobago


Então rapaziada... sei que estou em débito com vocês com relação a atualização do Blog, mas internet aqui no navio é cara e nem sempre tenho acesso nos portos que paramos... ou vou para a praia, ou venho escrever aqui... e de boa... estou no Caribe!!!

Bom, o conteúdo deste post é sobre a vida social a bordo... como já disse antes, aqui no Oasis, não tem tantos brasileiros como no Magica... portanto, demorei um pouco para me enturmar...
Não que a rapaziada que trabalha comigo sejam um babacas... mas sei lá... por sermos Staff e por termos duas stripes, acho que eles se acham um pouco... não se misturam com o resto dos crewmembers... e todo mundo sabe que apesar de eu não recusar uma vida mais high society, sou mesmo é do povão, sem contar que já fui crew!!!

Pois bem... certo dia lembrei que não tinha saído dentro do navio com o manto sagrado Azul e Branco do Avaí (Chupa Tonel!!!!!)... então, naquela noite, fui no bar do Deck 6 (bar mais democrático, onde vão tanto os oficiais como o pessoal mais peão) com a camisa nova do leão... quando para a minha surpresa, um cara veio na minha direção já cantando o hino do Avaí!!! Um manezinho do Campeche...

Depois daquele dia, comecei a conhecer os Brasileiros, e hoje todos os dias jantamos juntos... o que me causou um certo problema, pois os Staffs não brasileiros começaram a me olhar meio que atravessado... o que pouco me importa, diga-se de passagem...

Falando em bar e afins, aqui temos 3: o Venetian Disco, onde o predomínio geral é dos latinos, mas isso não quer dizer que é exclusivo, o Moose & Squirel, pub voltado mais para o pessoal europeu e para os acima citados Staffs, e o Deck 6, onde vai quem quer...
De resto, tudo na mesma...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços...

O trabalho...

Phillipsburg, St Maarten


Bom, meu dia nunca é igual ao outro… diferentemente do Tragica, que eu já sabia que horas ia começar a trabalhar todo santo dia, aqui no Oasis nossos turnos são divulgados no sempre as 6 da tarde…

Tem dias, chamados de Port Zone, que chego a trabalhar 9 horas, que é quando o navio está parado em algum porto e 6 pessoas são escaladas para trabalhar das 8:45 am até a 5:00 pm… porém, quem está fora do port zone trabalha em média 6 horas… ou seja, nego vai para fora do navio logo quando dá!!!

Esse Port Zone funciona da seguinte maneira: como temos dois roteiros, e em cada um deles temos 3 portos, seguramente em um desses estarei de PZ. Essa semana, que estamos no Caribe Oriental, estive de PZ em St Thomaz… ou seja, pude descer em Nassau e em St Maarten. Na próxima semana que voltarios a esse roteiro, provavelmente estarei de PZ em Nassau… e por aí vai…

No dia a dia, a parada não é fácil… digo isso pq aturar guri pequeno americano, canadense, mexicano, cubano e caribenho filinho de papai mimado é dose para leão… mas não dou mole… bronca a toda hora se preciso for…ah, tem uns brasileiro também... mas esses são mais fáceis (nem todos…).

As salas são divididas em 4 faixas etárias:

Nursery: para os bebes de 6 meses a 2 anos e 11 meses… nessa não trabalho… somente as mulheres trabalham…

Aquanauts: de 3 a 5 anos… trabalhei lá somente um dia, e particularmente achei legal… a maioria quando acaba a pilha se senta na frente da TV e dorme…

Explorers: de 6 a 8 anos… o inferno!!! A molecada não é obediente, ficam chorando quase o tempo todo quando ficam com saudades da mãe ( i missed my mom…), muitas vezes não te obedecem (principalmente na transición, que é quando temos que nos deslocar da sala para o almoço e a janta…), ficam brigando o tempo todo… parece a casa da Vó Lélia no verão em tempos idos, quando todos os primos estavam juntos…

Voyagers: de 9 a 11 anos… de boa, a que mais me identifiquei… molecada já não é tão birrenta, já te escutam mais, alguns já começam de paquera, fica mais fácil…

Existem atividades relacionadas as tais salas dependendo do dia… Survivor, Sports Night, Pijama Party e por aí vai… ou seja, tudo receita de bolo…

Quando eu lembrar de mais detalhes, coloco aquí para vocês…


Fiquem a vontade para comentar…

Abraços…

O Roteiro...

Nassau, Bahamas




Fora de série…

Pra dizer a verdade, fazemos dois roteiros.

O primeiro é pelo chamado Caribe Oriental, onde saímos de Fort Lauderdale, passamos um dia at sea, chegamos em Labadee, no Haiti (praia particular da Royal, que além de ser muito bonita, tem várias opções de entretenimento para os passageiros e tripulantes), mais um dia at sea, chegamos em Costa Maya, no México (ruínas maya, praias desertas, etc…), logo depois Cozumel, também no México (famoso ponto Turistico, além de ótimo lugar pra mergulhar…Bozo e Mavinho iam atolar aqui…), mais um dia at sea, e voltamos para Fort Lauderdale.

Já o segundo, é pelo chamado Caribe Ocidental, saíndo de Fort Lauderdale, já no segundo dia chegamos a Nassau, nas Bahamas (não tive oportunidade de descer ainda, mas tem muita gente aquí que não curte), um dia at sea, depois St Thomaz, nas ilhas Virgens Americanas (show de bola… iguana AOS montes logo no porto, tratamento de primera para os pasageiros E tripulantes, Emerald Beach é coisa de louco…) e logo depois St Maarten, ilha metade holandesa e metade francesa (o Paraguai do caribe… mas a praia é muito massa também), mais dois dias at sea e chegamos a Fort Lauderdale.

Ou seja… é repetitivo, mas os lugares valem a pena, tendo em vista que fora Labadee, que é aquilo e pronto (mesmo assim, cheia de coisas para se fazer), todos os outros portos oferecem UMA variedade de opções para se conhecer.

Fiquem a vontade para comentar…

Abraços.

A comparação...



Rapaziada, não tem como comparar… Não que a Costa seja uma péssima empresa, mas não tem como comparar… A qualidade de vida dentro da Royal é infinitamente superior!!!

Desde a cabine, que é um luxo se compararmos com a do Magica, as activities para os crewmembers, o Mess (que além de gigante, fica aberto 24 horas) e tem um baita rango, o crew bar (alias, são 3 a todo) e especialmente o tratamento que temos a bordo. Aqui, somos empregados, e não lixo como éramos tratados pelos nossos queridos amigos italianos.

O ginásio é grande e completo, tem cerca de 15 video games para a tripulação jogar, 4 mesas de ping pong, 4 mesas de sinuca, crew internet, livraria, lojas, etc…

Ou seja… se você está pensando em aplicar para alguma posição, seja ela qual for, pensa bem na questão CIA… A Costa que me desculpe, mas pra lá não volto mais… só como official!!!

O povo… bom, nesse ponto existem algumas coisas que precisamos ponderar:

A) No Magica, haviam muitos brasileiros quando lá cheguei… to ligado que existem quase 50 aqui no Oasis, mas só conheci 3 até agora… portanto, era muito mais fácil socializar….

B) Diferentemente da Costa, aqua existem muitos caribenhos e centro americanos trabalhando.. Quem já teve a oportunidade de ver o filme jamaicano ROOTS, viu como esse povo fala o inglês… com um baita sotaque rasta… Ah, PH tem como arroz….


Quando eu tiver mais tempo, posto mais algumas informações… vou dormir que a molecada tem uma energia que vocês não acreditam…

Fiquem a vontade para comentar…


Forte abraço…


Ps.: Bozo e Mavinho… se algum dia vocês lerem isso, quero que saibam… para mergulhar, como Cozumel, não existe…

Ps2.: Tonel… nem te conto….

Ps3.: Que saudade das minhas duas gatas…

Ps4.: To doido pra comer um arroz e feijão da Vó Lélia…

Ps5.: Americano é tudo meio que abobado, como vemos nos filmes… aquela coisa de ficar batendo um na mão do outro, dizendo yeah o tempo todo, achando que a capital do Brasil (verdade que o Renan foi convocado mesmo?????) é Buenos Aires… cambada de tolo….

Ps6.: Sei lá… tantas coisas…





Então rapaziada...

Cheguei...

A viagem em si foi tranqüila... nada fora do normal...

O problema foi a tal tempestade tropical... bom, para quem vive em Floripa, e convive especialmente com o nosso "ventosuli" e a lestada, a principio pensa que não e qualquer vento que nos assusta...

Vem aqui, vem...

Bom, a tarde a tempestade meio que se afastou,e pude dar uma pequena volta... peguei um taxi e fui no Best Buy, compra um laptop... po, valeu a pena... comprei um baita da Dell e me segurei para nao gastar a pouca grana que trouxe...

Chegou a pouco aqui no meu quarto um cara que vai embarcar comigo... ele me disse que tem nada mais nada menos que 95 pessoas para entrarem amanhã no Oasis... gente pra caramba!!!

Bem, vou dormir que amanhã tenho que estar pronto as 7 da matina para ir para o navio... vamos ver que bicho vai dar a bordo!!!



Fiquem a vontade para comentar...


Abraços

Ps.: eu ia postar um vídeo que fiz da chegada, mas o wi fi do hotel não esta me ajudando...

O até logo...





É rapaziada... chegou a hora!!!!

Assim que possível, posto alguma coisa sobre a ida até Miami, o embarque e as primeiras impressões sobre o Oasis...

Fiquem a vontade... para rezar, para espiar, para comentar, para me escrever, para enviar um sinal de fumaça, qualquer coisa... mas fiquem a vontade...


Um forte, realmente forte, abraço...

O contato..





Rapaziada, tem uma galera me pedindo o contao do Douglas, o responsável pelo recrutamento da Royal...

Vou fazer melhor...

Nos blogs relacionados ao lado, chamado Navios da Frota, tem o link para o carreira a bordo, onde vocês poderao ter todas a informaçoes necessária para contato com ele...

Lembrando e já antecipando uma certa ajuda, o cara é profissional... só vá falar com ele se sabes o que queres e tens gabarito para tal...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços.

E a nova data...



É rapaziada... to de cara!!!

Menos de 24 horas do cancelamento da minha ida.... já saiu a minha nova data!!!

No Oasis of the Seas (ou seja, o mesmo...) em Miami, dia 24/07...

Curti... mais uma semana em casa, pra realmente deixar tudo nos conformes, agora com toda a papelada certa...

Massa...


Fiquem a vontade para comentar...


Abraços

O adiamento...





Bom rapaziada...


Houve um pequeno contra tempo no meu embarque...

O meu passaporte, com o visto americano, chegou somente hoje a tarde... bem no dia de minha viagem para Miami...

Só que meu voo era as 6:20, saindo de Florianópolis... e as 10:30 sairia de Sao Paulo com destino aos EUA!!!

E agora?? Bom, ontem mesmo eu já havia avisado a Royal (agradecimento especial a Sandra, por todo o suporte) que meu passaporte nao chegaria a tempo...

Enfim, resumindo... terei que esperar uma nova data de embarque, que poderá ser semana que vem no Oasis ou em outro navio da frota... particularmente, eu gostaria de ficar no roteiro original, tendo em vista que já comprei uma mixaria de dólares, e trocar isso por euro seria perder grana...

Bom, agora é esperar...


Fiquem a vontade para comentar...

Abraços

A Royal Caribbean...


Bom, como fiz quando embarquei na Costa, vou postar aqui um pouco da história da Royal Caribbean..

E mais uma vez, texto "afanado" na cara dura do vida de tripulantes...

A Royal Caribbean International foi fundada em 1969 por Arne Wilhelmsen e Edwin Stephan com o nome de "Royal Caribbean Cruise Lines". A idéia dos dois em criar a Royal surgiu para oferecer aos milionários da Flórida e aos magnatas da Noruega uma forma de descanso e lazer a bordo de navios de cruzeiro de alto luxo com rotas pelo Caribe.

Em 1970 a companhia lança seu primeiro navio, o "The Song of Norway", um luxuoso navio de 18.000 toneladas e capacidade para 700 passageiros. Construído na Finlândia, este navio de destacava por seu bar-lounge instalado ao redor da chaminé do navio, o que s tornaria comum nos navios da companhia futuramente e sua marca registrada.

Vendo o crescimento da companhia, Arne e Edwin, encomendam novos navios, criam novos serviços, tudo isso acompanhado de um programa contínuo, oferecendo aos passageiros novas opções de lazer a cada cruzeiro. Em 1971 a companhia lança os navios "Nordic Prince" e "Sun Viking", e em 1982 a companhia lança o "The song of America", com o mais luxuoso bar-lounge de toda companhia.

Em 1988 a companhia lança a classe Sovereign de navios, com a inauguração do "Sovereign of the Seas". Os navios da classe Sovereign foram os primeiros grandes navios da companhia. Construídos nos estaleiros da Chantiers de l'Atlantique em Saint-Nazaire, França, os navios da Classe Sovereign possuem piscinas, teatros grandes, entre outros atrativos.

Em 1990 a companhia dá um grande salto e lança o "Nordic Empress", e começa sua expansão para Europa e América do Sul e aumenta sua participação no Caribe. Neste mesmo ano foi a primeira companhia de cruzeiros no mundo a criar um sistema totalmente informatizado para reserva de passagens. Em 1991 e 1992 são entregues respectivamente o "Monarch of the Seas" e o "Majesty of the Seas".

Em 1995 foi lançada a classe Vision com o lançamento do "Legend of the Seas", e em 1996 foram lançados o "Grandeur of the Seas" e "Splendour of the seas". Os navios da classe Vision são 3 pares de navios-irmãos e não navios-gêmeos como ocorre com os navios de outras classes.

Em 1997 a companhia muda sua razão social para "Royal Caribbean Cruises Lines Limited (RCCL) e compra a companhia de cruzeiros Celebrity Cruises por US$ 1,3 bi. Com esta aquisição a companhia começa a mudar seu foco inicial. Coloca os navios da Royal Caribbean como opção de luxo em férias familiares e os navios da Celebrity como opção de altíssimo luxo.

Em 1998 as família Pritzker e Haifa Ofer se unem para adquirir a propridade conjunta da companhia. A família Ofer possui um das maiores companhias de navegação do mundo, a Ofer Brothers Shipping Co, e em 2001 adquire 20% da operadora britânica First Choice e lança um joint-venture para navios de cruzeiros, lançando o seu primeiro cruzeiro ao Alaska e crindo a Royal Celebrity Tours.

Nos anos seguintes um navio é entregue por ano, e a frota aumenta com a entrega dos navios "Brilliance of the Seas", "Serenate of the Seas" e o "Radiance of the Seas".

Em 2006 a companhia entrava para a história ao lançar o maior navios de cruzeiros do mundo, o "Freedom of the Seas". Com capacidade para mais de 5000 passageiros, o Freedom foi o primeiro navio a ter a bordo, piscina com simulador de ondas, rede wi-fi em todo o navio e cabines com televisão de tela plana, totalmente integrados ao celular dos passageiros. Neste mesmo ano adquire a Pullmantur Cruises, além de já possuir Island Cruises, adquirida um pouco antes.

Em 2008 a companhia lança a Classe Oasis composta pelos navios-irmãos "Oasis of the Seas" e "Allure of the Seas". O Oasis será maior que o Freedom e possuirá entre outras novidades um parque ao ar livre com vegetação tropical, e um bar que se movimentará de cima para baixo do navio chamado "Rising Tide".

Atualmente a companhia possui uma receita anual de mais de US$ 4 bi, só perdendo para a Carnival Corporation. A marca registrada da Royal é navios com luxo, opções constantes de entretenimento, e uma atmosfera incrível a bordo.


Fiquem a vontade para comentar...


Abraços



A data...



Rapaziada, sei que faz tempo que nao escrevo, mas tudo está acontecendo muito rápido...

Saiu minha data de embarque... dia 17/07, em Miami, no Oasis of the Seas... simplesmente, o maior navio do mundo!!!

Se dá medo? Claro que dá... imagina a quantidade de passageiros, as cobranças por ser um navio top, de ir para uma Cia completamente diferente da Costa, entre outros fatores...

Mas estou com fé que será um ótimo contrato... várias pessoas, em principal a Herika, que é YS da Royal, já me deram vários toques sobre a posição... e podem acreditar, isso ajuda e muito!

O roteiro do Oasis é confinado ao Caribe... Jamaica, Haiti, Bahamas, México, St. Marteen entre outros países que acredito ser o sonho de muita gente conhecer... Mas, depois do contrato da Costa, o bom é que agora tenho a consciência que conhecer outros lugares sao somente bônus... a parada é fazer $$$!

Mas, antes do embarque, existe a burocracia... essa semana estarei indo a SP para tirar o Visto, os Exames e o curso de RCP que precisa para a posiçao.

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços


A nova posição...






Rapaziada, aqui vai um pouco da descriçao desta nova posiçao que vou na Royal...

Senhoras e Senhores, com vocês... Youth Staff!!!

All duties and responsibilities are to be performed in accordance with Royal Caribbean International’s Gold Anchor Standards, SQM standards, USPH guidelines, environmental, and safety policies.

Each shipboard employee may be required to perform all functions in various venues and throughout the ship.

In accordance with Royal Caribbean International’s philosophy of Anchored in Excellence, each employee conducts oneself in a professional and courteous manner at all times. This consists of physical and verbal interactions with guests or fellow shipboard employees and/or in the presence of guest contact and crew areas.

I. Participates in embarkation procedures by disseminating information regarding the Adventure Ocean Program, Youth Evacuation Plan, and directing and escorting guests to staterooms.

II. Determines the activities to initiate based on the ages and the needs of the children assigned to participate in the scheduled activity. Organized and leads a variety of established age appropriate activities. The established programs are as follows:

o The Royal Babies (6-18 months) and Royal Tots (18-36 months) Playgroups by Fisher Price® for parents and their youngest cruisers; Age-appropriate activities that combine skill-building with storytelling, creative arts, music, and Fisher Price® toys.

o The Aquanaut Program (3-5) offers Sail into Storytime, Adventure Science, Adventure Art, Adventure Theater and specific theme sessions such as Pirate Night, Pajamarama Movie Night, and Animal Kingdom. As well, it offers a variety of both active and passive games.

o The Explorer Program (6-8) offers Adventure Science, Adventure Art, Adventure Theater and specific theme sessions such as Pirate Night, Rock n’ Roll Party and Extreme Olympics. The Program also offers games and activities to encourage the children to work together and meet new friends.

o The Voyager Program (9-11) offers a variety of activities and games that are designed to encourage participation in a fun atmosphere. Adventure Science, Adventure Art, Adventure Theater, scavenger hunts, sporting activities and specific theme sessions such as Survivor Night, Gladiator Night and Rock n’ Roll Party are also offered.

o The Teens 12-14 and the Teens 15-17 offer activities and events that are hosted by the Youth Staff. These programs can include Nightclub, a Pool Party, Karaoke, sporting activities, icebreaker activities, Battle of the Sexes and Scavenger Hunts.

III. Acts as a role model for the youth with regard to leadership, friendliness, diplomacy, honesty, fair play, sportsmanship and open-mindedness. Exercises discretion and good judgment when interacting with the children. Maintains a constant awareness of the children’s whereabouts and their safety. Intervenes when a conflict arises or when a child needs extra attention or assistance in order to enjoy the activities. Responds to any type of emergency. Performs life saving procedures and CPR.

IV. Directs children in eating, resting, and toileting.

V. Helps children develop habits of caring for own clothing and picking up and putting away toys and books.

VI. Maintains discipline within assigned group to ensure safety precautions are followed.

VII. Serves meals and refreshments to children and regulates rest periods.

VIII. Communicates with parents in a tactful and courteous manner to generate a high level of comfort. Acts as liaison between the Youth Activities Manager and the parents.

IX. Keeps current on children trends regarding music, dance crazes, fads, computer games, reading materials and physical activities.

X. Organizes teen-related activities. Performs Disc Jockey duties for teen parties. Operates audio equipment to play music and keeps inventory of music library.

XI. Assists youth of all ages with computer operation, instruction and navigation, etc.

XII. Participates in maintaining a clean working environment including the inventory of equipment and supplies. Notifies the Youth Activities Manager when repairs or replacement is needed.

XIII. Assists the Youth Activities Manager in planning, organizing and implementing entertaining and educational programs for all ages 6 months -17 years.

XIV. Follows the detailed safety and security measures of the Youth Evacuation Plan in the even of an emergency while children are under the supervision of the Youth Staff. Utilizes good judgment and pays close attention to all details when escorting children to the parents or guardians in the assigned muster stations.

XV. May participate in a variety of activities associated with Shore Excursions, Cruise Programs and/or the Sports Deck.

XVI. Prepares a variety of reports and letters utilizing personal computer system and equipment.

XVII. Attends meetings, training activities, courses and all other work-related activities as required.

XVIII. Performs related duties as required. This position description in no way states or implies that these are the only duties to be performed by the shipboard employee occupying this position. Shipboard employees will be required to perform any other job-related duties assigned by their supervisor or management.

A reviravolta....





Pois é rapaziada... depois de ter recebido minha data de reembarque, que seria no caso dia 07/07 em Amsterdam, Holanda, eu soube que rolaria um processo seletivo para a Royal Caribbean, para a vaga que eu sempre quis... Animador (Youth Staff, para ser mais preciso).

Enviei meu currículo diretamente para o Douglas, representante da Royal aqui no Brasil, no escritório em Sampa. Ele aprovou e me chamou para a seleção, que rolou tem umas duas semana.

Só que na vaga de Animaçao e Recepçao, caso vocês seja aprovado pelo mesmo, ainda existe uma terceira entrevista via skype com a responsável por essas áreas em Miami. E bem no dia do meu aniversário, estava eu na frente do computador mais nervoso que peru em véspera de natal esperando a tal entrevista.

Pois muito bem... fiz a entrevista perto do meio dia e que grande presente quando as sete da noite recebi a notícia que havia passado!!!!

O Douglas me ligou dizendo que agora tenho que agilizar os exames e papeladas para o embarque, e falou que a princípio embarco no início de Julho... em qual navio, já nao sei, porém agora sou marujo da Royal!!!

No próximo post explico o que vem a ser Youth Staff...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços

Os vídeos...

Rapaziada, lembrei que tinha feito um vídeo quando ainda estava no Magica... aliás, dois...

O primeiro é no Crew Bar... onde socializávamos um pouco....


video

O segundo é no Tender, indo para o trapiche de Ilhabela....


video

A liberaçao da Costa..




Finalmente o escritório na Itália liberou minha volta para o navio... se será no Magica nao sei, mas tomara Deus que sim...

Agora, segundo a seguradora em Miami, tenho que avisar minha agência, no caso a Infinity, para dar início aos tramites para embarque... e é lógico que eu já os avisei, pois cada dia que passa tenho mais vontade de voltar...

Fico agora na espera pelo bendito e.mail com a minha data de volta...

Quando será? Só Deus e a Infinity sabem...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços

A pesquisa---

Rapaziada, o Cícero está fazendo uma pesquisa para TCC... e como eu sei o stress que é fazer uma desgraça dessa, com os malditos questionários, to dando uma força pra ele... quem puder, toda a ajuda é bem vinda...

A nova espera...

A bordo do Tender, em Ilhabela/SP


Bom rapaziada... sei que estou em falta com a galera que acompanha o blog... mas aos poucos, vou contando o que falta para o meu retorno ao Costa Magica!!!

O que falta?

NADA!!!

Somente a Costa me chamar... estou com a liberaçao do médico dizendo que estou curado (?) da epicondolite .

Tenho toda semana mandado e-mail direto tanto para a seguradora em Miami, quanto para a minha agência (Infinity) na tentativa de adiantar o processo. Claro que gostaria de voltar ao Magica, mas se preciso for, volto para qualquer navio da Frota.

Mantendo contato com alguns amigos que estao ainda embarcados no Magica, fiquei sabendo que, caso eu volte para lá, quase nao vou conhecer ninguém (pelo menos os "paisanos"), tendo em vista que uma galera pediu o sign off.

O grande problema é que dia 17 agora, ele já parte em direçao a Europa... ou seja, a possibilidade de eu voltar para o mesmo ficam bastante reduzidas... é esperar pra ver....ah, sem contar que já fiquei sabendo que muitos brasileiros que lá estao, e também no Vitoria e no Concordia (os outros dois navio da frota que fazem a temporada brasileira neste ano) vao ser distribuídos pelo mundo, em outras naves.

Agora, é esperar pela nova data de embarque... pq a mala já está pronta (próximo post: o que aprendi com o levar de muitas coisas...), o passaporte tá ok, a mulher nao me atura mais e a vontade de singrar os mares aumentou...

Fiquem a vontade para comentar...


abraços

Os procedimentos do Medical Off...

Fortaleza



Pois é galera... depois da espera pelo resultado da entrevista, da espera pela data do curso e da espera pela data de embarque, agora enfrentarei outra espera... a espera pelo reembarque...

Tem 20 dias que sai do Magica, em Buenos Aires... e nao é que estou sentindo falta daquele "bote"??? Quando você acostuma com o ritmo, com as dores físicas e principalmente com a saudade, dá para se viver a bordo!!

Mas nao perdendo o foco... cheguei em Floripa dia 23/12... e só consegui médico para o dia 31... véspera de ano novo!!! Dia complicado para se andar em Floripa, mas deu tudo certo... o médico solicitou um ultrasom, no cotovelo e no meu pulso direito...

Resultado: no pulso, nada de anormal... mas no cotovelo.... uma grande mancha no meu músculo, inflamadaço!!! A tao temida tendinite....

Allora, amanha tenho o retorno ao médico, onde ele irá avaliar meus exames, e talvez me de um veredicto sobre minha volta (ou nao... vai saber?)

Se vou voltar na mesma posiçao? Pois é, aí é que mora o perigo... eu criei essa tendinite a bordo, trabalhando no mess... vir a terra, fazer tratamento e depois voltar para ferrar tudo de novo nao me parece sábio... mas existe uma regra da cia que nao me permite trocar de cargo tao fácil, principalmente no primeiro contrato.... vamos ver...

Se vou voltar para o Magica? Rezo que sim... já conheço o navio, a tripulaçao, suas manhas e truques... sem contar que acho que deixei uma boa impressao com minha chefia... espero voltar pra lá...

Quando vou voltar? Depende claro do laudo do médico e em um segundo momento do escritório da cia em Gênova...

Agora é esperar... de novo...

Fiquem a vontade para comentar...

Abraços